30 de julho, enfeitar um lago

com os panfletos que eu recebi outro dia na rua, eu e ste fizemos váááários barquinhos de papel e fomos ao parque lage soltá-los num laguinho que há por lá.

29 de julho, camelozar


eu e ste passeando pelo centro e de repente nos deparamos com essa nova forma de camelô.
o moço fica com um microfone a la madonna e uma pochete que tem um alto-falante, conforme pode ser visto acima.
não resistimos.
pedi pra ele explicar quais eram as ofertas e passamos um tempo lá, oferecendo ao público que passava pela rua.
ste, mais tímida, não aparece nas fotos, mas ficou lá, no suporte técnico das vendas ; )

28 de julho, cor de rosa

sabe aquele lance daquela expressão de ver a vida com um óculos cor de rosa?
hoje eu tentei fazer isso
preparei a camera e click
pena que só tive a ideia findodia
podia ter aproveitado mais
nuncas danados, não me deixam desenvolver uma brincadeira
qualquer dia desses brinco de ver a vida com o óculos amarelo ; )

27 de julho, panfletos

aceitei e pedi mais de todos os panfletos que me ofereceram na rua
os que estão na foto são só alguns exemplos do mundo que arrecadei
sábado vou fazer um outro nunca com eles.

27 de julho, inventar um truque pra resolver um problema

eu e uma amiga combinamos assim:

1. estipular uma data final pra tentar resolver um problema específico
2. sempre que a gente começar a ir na direção contrária da solução, uma entrar em contato com a outra e falar sobre isso

 

26 de julho, dia dos avós

hoje é dia dos avós e eu não conheci nenhum dos meus dois avós
nem o carlos, nem o arnaldo.
um, supercaxias, médico.
o outro, um libriano farrista.
então nunca tinha desejado feliz dia do avô para um senhor
já para minha vózinha já
e ter avó é tão bom que morro de saudade (sem ter nunca conhecido), dos meus dois avós
o seu francisco é o pipoqueiro mais querido de todo o rio de janeiro
foi ele quem eu escolhi para dar o meu primeiro feliz dia do vô
obrigada, senhor francisco, felicidades!

o seu francisco fica no largo do machado. depois passa lá comer pipoca ; )

26 de julho, repetir uma história que o meu avô vivia repetindo

deu uma saudade do meu avô manoel sabino. uma saudade de ouvir mais uma vez e mais uma vez e mais uma vez todas as histórias que ele gostava de contar repetidamente. aí eu gravei uma delas. pra não esquecer.

(via rss, o áudio não toca, então se você quiser ouvir, acesse o link: https://365nuncas.wordpress.com/2011/07/26/26-de-julho-repetir-uma-historia-que-o-meu-avo-vivia-repetindo/)

25 de julho, pronto, um curta metragem

eu e steffania finalizamos o curta que a gente fez sobre a busca da felicidade.
temos um curta metragem \o/
em breve, mais notícias.