conjunto felicidade

no meio do ano fizemos um registro da busca pela felicidade, um bairro da zona norte de belo horizonte. dessa busca, surgiu algumas semanas depois, um curta metragem chamado “conjunto felicidade”. achamos que seria uma ótima forma de finalizar o projeto.

31 de dezembro, ceia na praia

levamos uma mesa de madeira gigante, 17 cadeiras, 17 amigos e toda a comida pra frente do mar. fizemos a contagem regressiva antes de todo mundo de propósito.
no meio da nossa ceia, houve uma queda de energia em várias casas do entorno. uma delas era a que dava alguma iluminação à nossa mesa, e, como os “nuncas” desde sempre não acontecem da forma que a gente imagina, demos continuidade a nossa festa no escuro mesmo.

este foi o último dia do ano, e também o fim do 365 nuncas. continuem acompanhando o que eu e elisa estamos fazendo, acessando os nossos sites e a página do 365 nuncas no facebook:

elisa: www.elisamendes.com e bonitoisso.wordpress.com
steffania: www.steffaniapaola.com
facebook.com/365nuncas

um beijo e excelente 2012.

30 de dezembro, deixar os próprios livros, de presente, em uma casa de praia

eu trouxe dois livros na viagem para pernambuco, e, dexei – de propósito – os dois na casa que nós alugamos em carneiros.

foto: larissa pinho alves

29 de dezembro, transmitir o entardecer ao vivo

a partir das 17h45 (18h45 pra quem tá no horário de verão), eu e elisa vamos transmitir, ao vivo, o entardecer da praia de carneiros, em pernambuco.

 

Live broadcasting by Ustream

quem não conseguir ver por aqui, acesse: http://www.ustream.tv/channel/entardecer

28 de dezembro, enterrar um tesouro

eu e elisa enterramos um tesouro na praia. as pistas para quem quiser procurar por ele, são as seguintes:

1. praia de carneiros, tamandaré – pe;
2. há uma estrada, entre uma mansão com um poste de luz e uma casa de madeira;
3. em frente a casa de madeira há um coqueiro. pode começar a cavar por ali.

25 de dezembro, almoço de natal com desconhecidos

em função de uma viagem, hoje não pude participar do almoço de natal da minha família. passei a noite de natal com eles, mas o almoço do outro dia, que acontece há 27 anos na minha vida, dessa vez não deu pra esperar. almocei em uma rodoviária, com mais ou menos 10 pessoas que eu não conheço.

24 de dezembro, da horta direto pra panela

meu pai tem uma horta com um monte de coisa fresquinha aqui na casa dele, em patos de minas. hoje eu fiz o almoço, e tudo que eu precisei cozinhar, colhi na hora, no quintal.

23 de dezembro, aprender a fazer pão de queijo

fiz 4 fornadas de pão de queijo com a ajuda da minha tia mariinha. todo mundo gostou. eu acho que ficou meio sem sal, mas agradou boa parte da família. tia mariinha é a irmã mais velha da minha mãe, isso significa que ela foi a primeira filha a receber a receita de pão de queijo da minha avó, que era famosa pelas comidas que preparava lá em guimarânia. isso significa ainda, que eu fiz hoje a tradicionalíssima receita de pão de queijo da família. vamos ver se eu consigo repetir o feito sozinha.

22 de dezembro, seguir um ensinamento poético-terrorista

“Dançar de forma bizarra durante uma noite toda em frente ao caixa eletrônico de um banco”

dancei por alguns minutos em frente a um caixa 24 horas.

um ensinamento do livro “caos. terrorismo poético & outros crimes exemplares”, do hakim bey